quinta-feira, maio 28, 2015

06 razões básicas porque não acredito no evangelho do entretenimento



Uma das ações que tem delineado a agenda da igreja é o pragmatismo. Nessa perspectiva não se faz o que é certo, mas sim o que dá certo. Nesse contexto, em nome da evangelização, parte da Igreja brasileira aderiu ao evangelho do entretenimento cujo objetivo final é a comunicação do evangelho de uma forma leve e descontraída. 

Diante disto, alguns pastores tem esbanjado criatividade, criando métodos de evangelismo fundamentados no lazer, na festa e no entretenimento. Para exemplificar isso basta mencionar as boates, as raves, as festas variadas elucubradas por ministros das mais variadas denominações. 

Ora, eu bem sei que muitos destes pastores amam a Cristo e a evangelização, contudo, por desconhecerem a sã doutrina, bem como os conceitos elementares a fé cristã, tem propagado um evangelho diferente do ensinado pelas Escrituras. 

Isto posto, visando ajudar a estes pastores bem como parte da igreja de Cristo, resolvi elencar neste post seis razões básicas porque não acredito no evangelho do entretenimento:

1-) A Palavra de  Deus em nenhum momento nos incentiva a promover entretenimento com vistas a ganhar o perdido. Spurgeon costuma afirmar que “Em nenhuma parte das Escrituras se diz que prover entretenimento às pessoas é uma função da Igreja.”  Ele também afirmou que o diabo raramente criou algo mais perspicaz do que sugerir à igreja que sua missão consiste em prover entretenimento para as pessoas, tendo em vista ganhá-las para Cristo."

2-) Entretenimento não produz arrependimento. Entretenimento produz diversão.

3-) Entretenimento produz emocionalismo. E o fato de uma pessoa se sentir emocionada por uma música, peça, ou dança, não significa dizer que ela teve uma experiência genuína de salvação.

4-) Dificilmente através do entretenimento é possível comunicar as verdades essenciais do evangelho. Como falar da depravação total, do pecado original, da vinda de Cristo, da condenação eterna ou salvação pela graça sem a exposição da Palavra de Deus? Acredito que muitos daqueles que frequentam nossas igrejas nunca entenderam o evangelho da Cruz o que justifica em parte uma vida rasa e sem frutos do Espírito.

5-) Entretenimento produz ajuntamento em torno de algo e não de Cristo.

6-) Entretenimento promove a imagem de um Cristo lúdico, um tipo de profeta   "paz e amor", sem contudo, anunciar a gravidade do pecado.

Caro leitor, a melhor maneira de evangelizar é através de relacionamentos pessoais. Isto posto, que tal treinar seus jovens, ensinando-os as Escrituras, capacitando-os a pregar o evangelho em suas faculdades, escolas, trabalho e etc? Tenha certeza que agindo assim, além de Deus ser glorificado, vidas ouvirão a genuína mensagem do evangelho o que resultará na salvação dos perdidos.

Pense nisso!

Renato Vargens



Pense nisso!

Renato Vargens
Pedro Charles Rodrigues disse...

Amem. Por isso que o termo desviar se, tem sido grandemente usado hoje. Quando na verdade essas pessoas nunca conheceram a Cristo, e passaram pelo novo nascimento. Elas apenas movidas por diversos desejos que o entretenimento às ofereceram, se adaptaram a um tipo de igreja. Dessa forma elas nunca eram capazes de produzir os verdadeiros frutos do arrependimento. Isso acaba de certa forma, trazendo uma visão errada do evangelho para as pessoas que estão de fora. Elas começam a observar que a pessoas vivem a mesma vida de pecado e que nada mudou. É uma série de problemas que o evangelho do entretenimento vai gerando dentro da igreja.

El Misionero Matsuura Junichiro a.k.a. Marcos Freybert disse...

Esse é o grande problema do pragmatismo. Trocar o que é certo pelo que "dá" certo, com o objetivo de segurar os "buscadores 'sensíveis'" dentro da "igreja 'evangélica'". O Evangelho NÃO É entretenimento. E o povo do mundão, na verdade, NÃO QUER nada - NADA!!!! - com JESUS. Quando é que esses malucos vão entender isso????

Unknown disse...

Concordo e discordo...
O Cristão não deve viver só de entretenimentos, mas um jovem pode ser alcançado dessa forma... assim como outras vidas também...
Um acampamento
Um chá de mulheres
Um jantar para profissionais
Encontro de casais com Cristo
Etc...
Sinceramente... é uma ferramenta preciosa NOS TEMPOS DE HOJE... A maioria dis jovens que não conhecem a graça e salvação oferecida por Jesus não se sujeitam a ir em um culto, mesmo q o melhor amigo o convide...
Mas um acampamento
Uma viagem
Uma gincana etc...
Tudo isso se torna útil para evangelizar...
Srs. Digo mais: EU FUI GANHO ASSIM... num retiro de Carnaval e fiquei sabendo que os evangélicos ou crentes não vivem no ostracismo nem são alienados do mundo...
Acho válido usar as estratégias e ferramentas que o Senhor coloca em nossas mãos...
Porém... todo recém convertido precisa de discipulado, a palavra de Deus é bem clara:... Fazei discípulos de todas as nações... MT 28:19

Sérgio Aggio disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
cristiane lauzutbarbanti disse...

Conheço muitos amigos que foram alcançados por Jesus em lugares de entretenimento e tbm não eh só pq sou crente que devo achar ruim esse tipo de evangelismo, afinal a bíblia nos relata qie Jesus era alegre, participava de festas, inclusive foi em uma q ele começou seu ministério, faça sua parte ,sirva a ele a todo tempo independente de onde estiver!!!!

Unknown disse...

Acho que os caros, não entenderam.

favourite category

...
ministério pastoral

Whatsapp Button works on Mobile Device only